Dog Murras é um artista musical de Angola, com cerca de 20 anos de carreira – ou pelo menos de ligação à música – versado no kuduro, na kizomba e noutros ritmos tradicionais angolanos. Murras se afirmou como um dos grandes nomes da cena musical urbana e contemporânea de Angola das últimas duas décadas, num período de afirmação da música deste país africano de língua oficial portuguesa.

Fazemos aqui um breve resumo de sua carreira e de sua obra, onde abordamos diversos pontos com mais detalhe. Contaremos como é que o “Dog”, nascido Murthala de Oliveira, bolou seu nome artístico. Falamos da ligação intensa a seu país e no orgulho que tem em ser angolano, na cultura angolana – e principalmente na diversidade de culturas e tradições que suas fronteiras encerram, valorizando todas elas. Destacaremos também o papel de intervenção social que sua música assume claramente.

Falaremos de suas influências e de músicos que marcaram Dog Murras enquanto artista e enquanto cidadão. Além do passado da música de Angola, falaremos também um pouco do seu presente, pois o kuduro se encontra na vanguarda da música contemporânea.

Detalhamos também sua relação com o Brasil, principalmente através do papel de “ponte cultural” que Murras tem desempenhado na ligação entre os dois países. O cantor se apaixonou há vários anos pelo nosso país e por nossa herança africana, e pode se dizer que esse amor é recíproco, através de suas presenças frequentes no Carnaval da Bahia e em nossos palcos, e também no trabalho que tem feito em conjunto com vários artistas brasileiros.